Transformação da vida de um menino tuyuka no internato salesiano de Pari-Cachoeira: leitura antropológica – por Dʉhpo: Justino Sarmento Rezende, Tuyuka

Contarei aqui a experiência de vida de um menino tuyuka que também representa a experiência de outras crianças, adolescentes e jovens indígenas que viveram no mesmo contexto histórico, o internato da missão salesiana em Pari-Cachoeira, Rio Tiquié, na região do Alto Rio Negro.

Anúncios

Descendência, aliança e comensalidade: um ensaio sobre as relações de parentesco no Rio Negro – por Lorena França

Este ensaio busca retomar clássicas abordagens da antropologia, disciplina consolidada a partir dos estudos de parentesco, e contrastá-las com algumas questões etnográficas do Rio Negro, especialmente formuladas por pesquisadoras mulheres para apresentar algumas reflexões, em aberto, para o campo. O modelo de consanguinização dos afins, formulado a partir da paisagem etnográfica das Guianas, poderia oferecer uma luz para as relações entre os povos do Rio Negro?

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑