Paâtu: pó da memória do Yepamahsã – por Suegū Dagoberto Lima Azevedo

[1] Suegū Dagoberto Lima Azevedo Este artigo abarca, em um conjunto amplo e complexo de ideias, concepções e perspectivas a respeito do paâtu dos Yepamahsã, tal como fazem e pensam os kumuã Yepamahsã. Talvez por ser uma temática complexa e que foi silenciada há muito tempo através da destruição das bahsakawi’íseri (malocas) pelos não-indígenas, têm-se... Continuar Lendo →

Nʉhkʉrĩ, yuhkʉdukawi’i: a mata, o espaço exuberante na atribuição dos yuhkʉrimahsã – por Gabriel Sodré Maia

O tema de Nʉhkʉrĩ, yuhkʉdukawi’i [1], visa, sobretudo aduzir as técnicas remotas, como foram usadas e são preservadas. Mesmo estando na hodiernidade o povo Tukano usam o método como as frutas do mato que são coletadas, preparadas, processadas, conservadas e consumidas. O texto se dispõe a contribuir, dialogar simetricamente com os conhecimentos tradicionais dos Yepadi’iromahsã, residentes desde... Continuar Lendo →

Uso ritualístico de ayahuasca em espaço urbano: Ensaio fotográfico de cerimônias conduzidas por Bu’ú Kennedy do povo Yepá Mahsã (Alto Rio Negro) em Manaus – Por Alonso Junior

(FOTO 1 - DESTAQUE) Em Manaus alguns espaços são conhecidos por conduzirem rituais tendo a ayahuasca como bebida sagrada. Dentre eles, existe uma palhoça (chapéu de palha) no Tarumã (Manaus-AM) onde Bu’ú Kennedy conduz os rituais para autoconhecimento, reflexões profundas, curas espirituais, quebra de feitiços e até mesmo estudo para os já veteranos. As cerimônias... Continuar Lendo →

Uma Antropologia dos insetos inspirada em Lévi-Strauss – por Jonilda Hauwer Gouveia e Fernando Bernardo Pinto Gouveia

Jonilda Hauwer Gouveia[1] Fernando Bernardo Pinto Gouveia[2]  Resumo: Entre as áreas amazônicas com grande variedade de insetos está a “cabeça do cachorro”. A região abrange áreas de Brasil, Venezuela e Colômbia, possuindo cerca de 79 mil habitantes, dos quais 90% são indígenas das famílias lingüísticas Arawak, Maku e Tukano, e 27 etnias, conhecidos localmente como... Continuar Lendo →

Barreto, João Rivelino Rezende. 2018. Formação e transformação de coletivos indígenas do noroeste amazônico: do mito à sociologia das comunidades. Manaus: EDUA – resenha por Rafaela Waddington Achatz e João Vitor Fontanelli Santos

Rafaela Waddington Achatz - Mestranda em Psicologia Clínica - USP João Vitor Fontanelli Santos - Doutorando em Antropologia Social - USP   É com grande satisfação que realizamos, no Grupo de Leituras Etnográficas do Centro de Estudos Ameríndios da USP, a leitura dos livros da Coleção Reflexividades Indígenas, publicada em 2018 pela Editora da Universidade... Continuar Lendo →

A compreensão dos antepassados sobre concepção, gestação e nascimento da criança – por Silvio S. Barreto

Este artigo é um recorte etnográfico do capítulo III da minha dissertação que discorre sobre categorias e práticas indígenas a partir de relatos de uma experiência do benzedor e da parteira sobre concepção, gestação e nascimento da criança de seu respectivo grupo. Cada item abordado traz uma contribuição importante ao universo feminino. A pesquisa de... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑